Felipe F Falcão

Textos


 

 
Às vezes acordamos pela manhã,
Olhamos, a nossa volta,
E, vemos tudo belo,
O sol brilhando,
O vento soprando suavemente,
O aroma das flores a perfumar o ar....
 
Ao longo do dia,
Surgem densas nuvens na expansão...
Toda a beleza da natureza,
O brilho do sol,
O perfume das flores,
Tudo deixa de existir.
As densas nuvens,
Cobriu todo o encanto
 
São coisas da vida....
Tudo acabou,
Toda a alegria se foi,
Só resta um grande vazio...
Uma profunda tristeza
 
Ao fim do dia, vem a noite...
A Lua e as Estrelas,
Para enfeitá-la, isto é, a noite.
Esquecemos o dia,
Ficamos encantados,
Com a beleza da noite...

São coisas da vida.

 


 
 
 
 
Felipe F Falcão
Enviado por Felipe F Falcão em 11/12/2013
Alterado em 17/12/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras